om toda certeza você já deve ter ouvido a pergunta “qual a sua cor preferida” em algum momento da sua vida, não?

As cores e a arte

Para um artista, é muito difícil responder à essa pergunta, porque seu trabalho está intrinsicamente ligado às questões cromáticas.

A cores e a arte

Há vários estudos sobre a forma que o nosso cérebro percebe as cores e as sensações que elas nos causam.

Desde o renascimento, vários artistas como Alberti, em seu livro “Da Pintura”, Leonardo da Vinci, em seus estudos sobre cor que mais tarde foram reunidos no livro “Tratado da Pintura e da Paisagem” e mais recentemente, Kandinsky, com seu “Do espiritual na arte”, se discorreram sobre o tema.

Diversos movimentos artísticos a partir do século XX, como os fauvistas e expressionistas, escolhiam suas cores de modo a reforçar as emoções que queriam passar em suas obras. Valorizaram a cor como elemento principal da criação artística e suas influências permanecem ainda hoje na arte contemporânea.

Cores quentes:

Cores vivas e vibrantes! Essa é a melhor tradução para as chamadas cores quentes. Estas cores despertam em nós, emoções fortes e intensas, como a alegria e a paixão. São todas as cores que vão do magenta ao amarelo no círculo cromático: magenta, vermelho, laranja, amarelo e as suas tonalidades. O vermelho é estimulante e também, associado à elegância, paixão, conquista, requinte e liderança. O amarelo é a cor da criatividade, da alegria e da juventude e também é associado ao otimismo, enquanto o laranja, além de estimulante, significa movimento, espontaneidade e gentileza.

Cores frias:

Cores que acalmam e tranquilizam! As cores frias estão associadas ao mar, à amplidão e à serenidade, daí a sua associação aos sentimentos e sensações provenientes dos elementos da natureza. As cores frias são aquelas que estão posicionadas do lado esquerdo do círculo cromático e simbolicamente, o azul estimula a amabilidade, a serenidade e a paciência, representa purificação e expulsa energias negativas. O verde, por sua vez, representa a esperança e estimula momentos de paz e equilíbrio. Já o roxo, se relaciona à momentos de reflexão e espiritualidade.

Além de artistas, decoradores e publicitários utilizam muito os conceitos de temperatura e simbologia das cores em seus trabalhos.

Alguma dúvida? Fale com a gente!

    Processaremos os dados pessoais que você forneceu de acordo com nossa política de privacidade.